Jamais subestime uma pessoa

09/15/2009

Se há uma coisa que eu detesto que ocorra e, infelizmente, eu cometo este erro vira e mexe, é subestimar uma pessoa pela sua aparencia ou em algumas vezes pelo vocabulário da pessoa.

Um exemplo clássico disso é uma das cenas do filme Shine, que conta a historia do pianista David Helfgott, se acaso não assistiu este filme, assista-o.

Veja bem esta cena:
(ATENÇÃO: video abaixo contem spoiler )

Acho que dispensa comentários não é mesmo?

E para diversas pessoas somente é necessário que tu seja de outra etnia, tenha outra crença, seja magro ou gordo ou então cometer uma gafe para que seja visto por aquela pessoa como um ser estupido e acefalo.

Mas não me vem avacalhar falando: “Porra Yuri, então tu acha que aqueles moleques que vivem no Anhangabau baforando cola o dia inteiro podem ter cerebro?” Não né oh mula, o cerebro deles já foi derretido há anos porque não estaria subjulgando mas sim analisando fatos, e são situações diferentes.

Agora, se tu passa em um NAPS ( Nucleo de Atenção Psicossocial ) [ uma curiosidade: se tu buscar por NAPS Santo André encontrará sobre o que falo, agora se buscar simplesmente por NAPS, o primeiro site que tu achará é http://www.naps.com.br/ , fato que me fez rir por um bom tempo LOL ] e simplesmente acha que qualquer pessoa que está ali é retardada, saiba que estás certo não tem noção do que faz, não é bem por aí, o problema maior é que são um bando de loucos eles demonstram os sentimentos de uma forma muito mais forte do que estamos acostumados.

De novo entra o fato de analisar pessoa por pessoa.

Em resumo, falei coisa pra cacete procure conhecer as pessoas e pare de achar que são um bando de debil mental subestimar.

E outra coisa, achei esse post um porre pouco sério demais, divirta-se com esse video:

Se tu já viu foda-se dá pra rir de novo 😛 hehehe

Em tempo:  A @NeniaBlue reparou o erro de grafia em “subestimar” e ajustei as palavras no post ;-D TY